Contabilidade Online significa fazer a contabilidade de empresas, utilizando como base a tecnologia para automatizar serviços contábeis, através da internet.

COVID-19: medidas tributárias atualizadas

Voltamos agora para falar de mais uma atualização de ações do governo sobre a crise do COVID-19, Antes falamos sobre as medidas trabalhistas, então agora vamos falar sobre as alterações emergenciais da política tributária.

Resumindo: neste texto você lerá a revisão de políticas de tributos e empréstimos para empresas – políticas especiais para 2020.

O Ministério da Economia flexibilizou uma série de compromissos das empresas com o Estado, principalmente em datas de pagamento. Mantenha a atenção aos novos prazos.

  1. ALÍQUOTAS ZERADAS

(resolução nº 17 da CAMEX)

O imposto de importação D50, referente a produtos médico-hospitalares (álcool em gel, máscaras, luvas, óculos de proteção, roupas, respiradores, termômetros etc), está zerado durante o período da pandemia.

  1. IMPOSTOS PRORROGADOS

PIS / COFINS/ INSS Patronal

(portaria 139/2020)

Para quem: empresas de Lucro Presumido.

  • Março/2020: pagamento em agosto/2020
  • Abril/2020: pagamento em outubro/2020

CPRB (Contribuição Previdenciária sobre Receita Bruta)

(portaria 150/2020)

Para quem: empresas de Lucro Presumido e Lucro Real.

  • Março/2020: pagamento em agosto/2020
  • Abril/2020: pagamento em outubro/2020

SIMPLES NACIONAL

O Simples Nacional é um pacote de impostos federais, estaduais e municipais. Como as políticas de adiamento foram diferentes, você receberá dois boletos por cada mês: um com tributos federais e outro com tributos estaduais e municipais.

Apenas tributos estaduais e municipais

(Resoluções 152/2020 e 154/2020 do CGSN)

  • Março/2020: pagamento até 20/7/2020
  • Abril/2020: pagamento até 20/8/2020
  • Maio/2020: pagamento até 21/9/2020

Apenas tributos federais

(Resoluções 152/2020 e 154/2020 do CGSN)

  • Março/2020: pagamento até 20/10/2020
  • Abril/2020: pagamento até 2/11/2020
  • Maio/2020: pagamento até 21/12/2020

ICMS / ISS

Foram adiados apenas em alguns estados. Consulte sua legislação estadual.

GPS (Guia da Previdência Social)

Não inclusa no programa de adiamentos.

  1. PRORROGAÇÕES DE OBRIGAÇÕES

ECD

(art. 5º da Instrução Normativa RFB nº 1.774, de 22/12/2017)

Novo prazo: último dia útil do mês de julho de 2020

DIRPF

(IR Pessoa Física)

  • 30 de abril: apresentação até 30 de junho de 2020;
  • Desobrigação de entrega do número constante da última declaração;
  • Vencimento da primeira/única cota para 30 de junho de 2020.
  1. PARCELAMENTOS E PROCESSOS ADMINISTRATIVOS

DÍVIDA ATIVA

(portaria PGFN 7820 de 18/3/2020)

Transação extraordinária: é possível a transação de dívidas junto à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional  para todos os contribuintes.

Prazo de adesão: 30 de junho.

IMPUGNAÇÃO E RECURSOS

Suspensão de 90 dias em:

  • prazos para impugnação e recursos dos procedimentos administrativos de reconhecimento de responsabilidade;
  • medidas de protesto de dívidas e de instauração de novos procedimentos
  • procedimentos de exclusão de contribuintes de parcelamentos devido à inadimplência.

SIMPLES NACIONAL E OUTROS TRIBUTOS PARCELADOS

(portaria 201/2020)

Sobre as mensalidades de programas de parcelamento de tributos administrados pela Secretaria Especial da Receita Federal e pela PGFN.

  • Maio/2020: adiamento para agosto/2020
  • Junho/2020: adiamento para outubro/2020
  • Julho/2020: adiamento para dezembro/2020.
  1. LINHAS DE CRÉDITO PARA MPEs

SEBRAE

Todas as linhas de crédito aqui.

EMPRÉSTIMO PARA FOLHA DE PAGAMENTO

Também do SEBRAE, mas tem uma linha especial apenas para pagamento da folha.

BANCOS E INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS                       

Você pode solicitar a prorrogação do vencimento de prestações em empréstimos de qualquer natureza.

Bancos: Caixa, Itaú, Bradesco, Santander e Banco do Brasil.

Limite de adiamento: de 60 a 120 dias dos contratos vigentes em dia.

            ATENÇÃO PARA A RENEGOCIAÇÃO
O banco está propondo uma pausa no contrato sem cobrança de juros pelos período de suspensão?Está isento o acúmulo de prestações passados os 60 dias com as que estão por vencer?A pontuação de crédito de cliente está intacta após solicitar a suspensão do contrato?

PRONAMPE

Permitido usar: no salário dos funcionários ou capital de giro, com despesas como água, luz, aluguel e reposição de estoque. 

Proibido usar: para distribuição de lucros e dividendos entre os sócios.

Teto de empréstimo: 30% da sua receita bruta anual em 2019. R$ 108 mil para microempresas e de R$ 1,4 milhão para pequenas empresas.

Conte conosco.

COVID-19 – medidas trabalhistas atualizadas

Estamos aqui para te atualizar sobre o andamento das políticas trabalhistas que foram criadas a partir da crise do COVID-19. É muito importante que você esteja por dentro. Vamos lá?

Resumindo: Neste texto, você lerá a revisão das medidas trabalhistas de urgência criadas pelo Governo relacionadas à crise do COVID-19. 

Este programa ajuda a empresas se manterem vivas e com seus colaboradores. O que o programa proporciona?

  • O pagamento de Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda;  
  • A redução proporcional de jornada de trabalho e de salários; 
  • A suspensão temporária do contrato de trabalho. 

Vamos por partes.

  1. REDUÇÃO PROPORCIONAL DE JORNADA DE TRABALHO E DE SALÁRIOS
Resumindo: Você poderá reduzir a jornada e salário de seus empregados em 25%, 50% ou 70%.

Redução de 25%

Método: acordo individual.

Como fazer? Proponha a redução de forma escrita para cada funcionário. Faça isso com, no mínimo, 2 dias de antecedência. Com acordo assinado, informe sindicato laboral e Ministério da Economia em até 10 dias.

Situação do funcionário durante o período de redução

  • Valor de 25% do seguro desemprego via Benefício
  • Valor de 75% do salário pago por você.

Redução de 50% ou 70%

Política 1: acordo individual (para salário no valor de até R$ 3.135,00 ou maior que R$ 12.202,12 com diploma de ensino superior)

Como fazer? Proponha a redução de forma escrita para cada funcionário. Faça isso com, no mínimo, 2 dias de antecedência. Com acordo assinado, informe sindicato laboral e Ministério da Economia em até 10 dias.

Política 2: acordo coletivo (para salário no valor maior que R$ 3.135,00 e menor que R$ 12.202,12)

Como fazer? Mediar via sindicato.

Tempo máximo de redução de jornada e salário: 90 dias.

Se for decretado o fim do estado de calamidade pública, as condições originais de trabalho devem voltar em até 2 dias úteis.

ESTABILIDADE DO EMPREGOO funcionário terá estabilidade:durante o período de redução da jornada;e após o restabelecimento da jornada original (por período equivalente ao da redução).Por exemplo, se o período da redução foi de 60 dias, ele terá estabilidade por 120 dias (60 da redução + 60 do período pós-reestabelecimento).
  1. SUSPENSÃO TEMPORÁRIA DO CONTRATO DE TRABALHO
Resumindo: você poderá suspender o contrato de trabalho dos funcionários da sua empresa por até 60 dias. Com esta decisão, eles não permanecem trabalhando em nenhum regime.

Direitos do funcionário com contrato suspenso:

  • todos os benefícios do contrato (vales, convênios etc);
  • garantia provisória do emprego no período da redução e no período pós-estabelecimento equivalente ao da redução

Política 1: acordo individual (salário no valor de até R$ 3.135,00 ou maior que R$ 12.202,12 com diploma de ensino superior)

Como fazer? Proponha a redução de forma escrita para cada funcionário. Faça isso com, no mínimo, 2 dias de antecedência. Com acordo assinado, informe sindicato laboral e Ministério da Economia em até 10 dias.

Política 2: acordo coletivo (para salário no valor maior que R$ 3.135,00 e menor que R$ 12.202,12)

Como fazer? Mediar via sindicato. Com acordo assinado, informe Ministério da Economia em até 10 dias.

DIREITOS
O funcionário poderá receber:
100% do valor do seguro-desemprego;70% do valor do seguro-desemprego, caso a empresa tenha faturado acima de R$ 4.800.000,00 em 2019. Neste caso, a empresa paga a título de ajuda compensatória de natureza não salarial e sem encargos o valor mínimo  de 30% do salário do empregado.

PERGUNTAS FREQUENTES

  1. Por quanto tempo é possível suspender o contrato dos funcionários?

Poderá ser suspenso pelo período máximo de 60 dias (ou 2 períodos de 30 dias). Com o fim do estado de calamidade pública, as funções devem voltar ao normal em até 2 dias.

  1. Suspendendo temporariamente o contrato de trabalho, a empresa deve pagar algo ao funcionário? 

Se possuir receita bruta superior a R$ 4,8 milhões em 2019, a empresa deverá seguir pagando 30% do salário do funcionário. Esta quantia não incide imposto (IR, INSS e FGTS). Se a renda bruta de 2019 não alcançou R$ 4,8 milhões, não deverá pagar mais que o acordado.

  1. Será necessário recolher INSS durante o período de suspensão?

Segundo a MP 936/2020, o funcionário poderá recolher seu INSS por conta própria durante o período de suspensão.

  1. Funcionários em contrato de experiência também podem ser suspensos?

Sim. Funcionários em contrato de experiência estão inclusos em toda a política de suspensão neste período.

  1. OUTRAS MUDANÇAS

HOME OFFICE | MP 927 art. 4

Sua empresa pode trabalhar em regime de home office. O prazo de comunicação aos empregados é de 48h de antecipação.

FÉRIAS | mp 927 art. 6 a 12

Sua empresa pode imediatamente conceder férias individuais ou coletivas. O prazo de comunicação aos empregados é de 48h de antecipação. Você pode pagá-las até o 5º dia útil do mês subsequente ao início do gozo. O adicional de ⅓ poderá ser pago até a data do pagamento da primeira parcela do 13º salário.

FOLGAS REMUNERADAS | MP 927 art. 14

Também estão permitidas e podem ser compensadas via banco de horas. Formalize os acordos, individuais ou coletivos, informando que as compensações devem ocorrer até 18 meses a partir do fim do estado de calamidade pública. A compensação não poderá ser maior que 2h ao dia.

EXAMES | MP 927 art. 15

Estão suspensos, exceto os demissionais, caso o último tenha sido feito por mais de 180 dias.

FGTS | MP 927 art. 19

Está suspensa a exigibilidade do FGTS de março, abril e maio/2020 dentro de suas datas de vencimento. O valor devido destes meses poderá ser parcelado sem juros em até 6 parcelas mensais vencíveis a partir de julho/2020, no dia 7 de cada mês. 

Obs.: a possibilidade de suspensão do contrato de trabalho sem remuneração por 4 meses, (MP 927 | art. 18), foi revogada

ORIENTAÇÕES SOBRE AS QUESTÕES TRABALHISTAS
FALTAS JUSTIFICADAS: se referentes à diagnóstico positivo ou suspeita de contaminação por COVID-19; LICENÇA REMUNERADA: ultrapassando 30 dias, perde o direito de férias (artigo 133 2º da CLT); FÉRIAS E AFASTAMENTOS: Indicados a funcionários do grupo de risco e aos que apresentarem sintomas do COVID-19; RESCISÃO DE CONTRATO: a empresa ou o estabelecimento entrando em extinção, a rescisão pode ser reduzida até em 50% (art. 502 da CLT).

Uma última informação: se você gostaria e ainda não aproveitou a linha de crédito emergencial para folha de pagamento, fale com seu banco. Ela é concedida para empresas com faturamento anual a partir de R$360 mil. 

Contribuinte, veja aqui como declarar seu imposto de renda.

É hora de declarar seu imposto de renda! E para quem é de primeira viagem ou experiente no processo, é sempre um desafio. Se você empreende, a complexidade do processo aumenta. Pro labore, regime tributário, tudo isso importa nesta hora. Por causa disso, resolvemos fazer uma serie focada apenas na declaração do IR2020. Confira abaixo:

Imposto de Renda 2020

Como declarar o Imposto de Renda – Passo a passo

Não é pouca coisa, mas é possível fazer isso com organização. Vamos às etapas:

  1. Junte os documentos e o número do recibo do IR2019 (se declarado)
  2. Baixe o gerador
  3. Escolha o modelo de declaração
  4. Envie a declaração
  5. Corrija erros (se houver)

JUNTE OS DOCUMENTOS

  • Recibo do IR 2019 (se você o declarou)

Você deve ter guardado este recibo. Se não guardou, ele está no computador onde foi feita a declaração, na pasta do Sistema IRPF > Gravadas. Se não localizar, entre em contato com a Receita Federal de sua cidade.

  • Informes de rendimento

Aqui vamos falar do dinheiro que ENTRA.

  1. Informe(s) de rendimento da(s) fonte(s) pagadora(s) ou comprovantes de recebimento como contra-cheque, RPAs, recibos, etc
  2. Informe de rendimento do seu banco comercial (facilmente obtido pelo seu internet banking)
  3. Informe de rendimento de sua corretora de investimentos (registros de investimento)
  4. Empréstimos contraídos
  • Comprovantes de despesa

Aqui vamos falar do dinheiro que SAI.

  1. Comprovantes de pagamento de serviços de educação (escola, faculdade etc);
  2. Notas fiscais ou recibos de pagamento de serviço de saúde (planos, consultas particulares, exames, dentistas, fisioterapia);
  3. Comprovantes de doações feitas;
  4. Pagamentos de empréstimos;
  5. Empréstimos concedidos, por exemplo, a familiares.

Aqui os documentos são validados apenas se tiverem:
– Nome, CPF/CNPJ e endereço do prestador de serviço;
– Nome, CPF/CNPJ e endereço seus ou do dependente envolvido.

  • Comprovantes de bens relevantes
  1. Veículos e bens móveis
  2. Imóveis
  3. Quotas e ações de empresas
  4. Consórcios
  5. Planos de previdência

Neste ponto, declare tudo e tenha o máximo de critério para evitar futuras revisões.

BAIXE O PROGRAMA DO IR

BAIXE AQUI O PROGRAMA DO IR DA RECEITA FEDERAL
  1. Baixe o programa
  2. Instale o .exe
  3. Se declarou em 2019, digite o número do recibo separado.
  4. Preencha como bens os rendimentos tributáveis dos documentos recolhidos (CDB, LC, ações, fundos…)
  5. Preencha como bens os rendimentos não tributáveis dos documentos recolhidos (poupança, LCI, LCA, bitcoins…)
  6. Preencha os saldos do ano em Bens e Direitos
  7. Preencha as despesas dedutíveis.

OPTE ENTRE MODELO COMPLETO E SIMPLIFICADO

Aqui a base da sua escolha é o limite proposto pela Receita Federal. A plataforma lhe ajudará em tudo. Se suas despesas estão dentro deste valor, opte pelo SIMPLIFICADO. Se elas excedem, opte pelo COMPLETO.

  • SIMPLIFICADO

Você ganha um desconto de 20% sobre a base de cálculo do IR e não precisa cadastrar os gastos dedutíveis.

  • COMPLETO

Aqui é necessário entregar os dados dedutíveis separadamente.

ENVIE A DECLARAÇÃO

  1. Confira todos os dados
  2. Clique em enviar
  3. Insira seus dados bancários
  4. Guarde o documento gerado, ele tem o número de seu recibo.

FAÇA A RETIFICAÇÃO, SE NECESSÁRIO

Se errou, siga estes passos:

  1. Acesse o programa
  2. Selecione sua declaração
  3. Informe o número do recibo
  4. Corrija os erros
  5. Envie novamente.

PRECISA DE AJUDA PARA DECLARAR SEU IRPF2020? CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS.

O QUE DEIXARÁ SUA EMPRESA MAIS ÁGIL EM 2020?

Primeiras semanas do ano. Para quem tem o empreendedorismo atrelado ao estilo de vida, esta época é uma plataforma de foguete. Operações a pleno vapor, um plano de decolagem em curso e um mapa traçado para o ano todo. Não é?

Entretanto, novos insights são muito bem vindos para que o ano ano renda além do planejamento. Novas portas abertas são essenciais para que o espírito de inovação de sua empresa siga aceso. Portanto, a prática do refresh deve ser constantemente exercitada para que seu empreendedorismo não se retroalimente.

Por isso, separamos quatro tendências do mercado nacional que estão surgindo ou já em voga. Não necessariamente elas representam oportunidade direta de negócio. Elas podem influenciar seu público interno, seus stakeholders ou os processos de trabalho e relacionamento. Elas servem para você pensar e fazer com que seu negócio se torne cada vez mais inteligente, assim como as empresas que você mais admira. Vamos lá?


1. Processos colaborativos

A palavra chave é: ENVOLVER. Criar mecanismos que incentivem a participação de parceiros é fundamental para que o senso de coletividade surja. Estamos em uma época avançada de gameficação, onde a autonomia dentro de programas é atraente. Como a ContaÁgil faz isso? Inovou os processos burocráticos e simplificou as funções do cliente.  Assim você tem sua burocracia resolvida e aprende como ela funciona na prática. Tudo com transparência.


2. Consumo compacto

A própria fórmula de atendimento da ContaÁgil se encaixa aqui. É preciso ter consciência que não vivemos mais na época da massificação do consumo. Estamos consumindo com mais qualidade e parcimônia, e os negócios nascem mais enxutos, por consequência. Demandamos serviços mais baratos e com requisitos mais pontuais. Sua empresa está preparada para atender desta maneira? Se sim, parabéns: você compreendeu a lógica da nova economia.

3. Comunicação Não-Violenta

Inovar na forma de expressão não diz somente sobre as modas de redes sociais. Está no feedback a seus parceiros de trabalho, às instruções que você dá a seu cliente, ao jeito em como sua comunicação não-verbal se comporta. A comunicação não-violenta já é um conceito amplamente divulgado, inclusive em ambientes corporativos, e o jeito que você se expressa é uma forma de marcar presença.

4. O digital como seu assistente

79% dos usuários brasileiros do YouTube consomem conteúdo educativo, “como fazer” ou “faça você mesmo”. Utilizar plataformas digitais como recurso confiável de informação já é o auge da interação, visto estes dados – e novamente lá estamos nós bebendo desta vertente. Apostar em educação e suporte online é um caminho incrível para trilhar com seu público interno ou externo. Inclusive, falar na internet sobre o que você sabe é ter cada vez mais propriedade sobre seu serviço. 

Um feliz 2020 cheio de inspirações para você!

Acesse aqui o site da ContaÁgil.

Conheça 7 vantagens da contabilidade online

O serviço de contabilidade online já está se consolidando no Brasil, aparecendo com uma ótima opção aos escritórios tradicionais de contabilidade. Aliando benefícios como praticidade, rapidez e segurança, já é a escolha de muitos empresários de pequeno e médio porte. Você está se perguntando se contabilidade online é adequado para o seu negócio? Vamos mostrar que sim e apontar algumas das principais vantagens.

Antes de torcer o nariz imediatamente ou duvidar da facilidade desse serviço, acompanhe nosso raciocínio. Muitos segmentos estão passando por uma grande transformação, ancorados na Internet. O consumo de música e filmes agora tem um novo formato, as opções de estadia em viagens foram muito ampliadas com o AirBnB e o Uber iniciou uma mudança completa no segmento de transporte privado. É inevitável que esse movimento chegue também em outras área e venha para somar, facilitar e diminuir os custos para os clientes. Analisando todas essas informações, é óbvio que o serviço de contabilidade online veio para ficar, certo?

Então vamos avaliar juntos quais são as principais vantagens da contabilidade online para você!

1 – Rapidez e facilidade no atendimento

Por ser um modelo online, temos muita facilidade e rapidez no atendimento. Se você está acostumado com o modelo dos escritórios tradicionais, vai se surpreender com a agilidade da contabilidade online. No Conta Ágil, temos contadores e uma equipe de apoio completa sempre disponível para resolver seu problema o mais rápido possível.

2 – Segurança na contabilidade online

Eliminando a existência de rastros físicos, suas informações e documentos estão muito mais seguros em banco de dados e servidores altamente seguros. Isso vai evitar o vazamento de informações e a perda de dados e documentos através da criptografia.

3 – Fácil acesso

Como o sistema é totalmente online, você pode acessar e acompanhar suas informações a qualquer momento. Você terá acesso em qualquer dispositivo eletrônico. Basta uma simples configuração de segurança para que você acompanhe tudo o que acontece na sua empresa através do seu celular, tablet ou computador.

 

4 – Precisão e organização

Você chega no contador com uma série de documentos, papéis e pastas. Na hora de organizar as entregas, é uma confusão sem tamanho! Conhecemos a rotina de um escritório tradicional e acompanhamos esse momento muitas e muitas vezes. No Conta Ágil não precisa de mais nada disso. Você digitaliza seus documentos, faz o envio e fica tudo registrado em nosso banco de dados.

5 – Independência

Você tem seu login e senha e pode entrar no sistema a qualquer hora! Pode ter acesso a todos os seus documentos e gestão contábil sem precisar pedir para que ninguém separe pastas ou faça o envio de documentos específicos. Com essa facilidade, você pode inclusive estar mais próximo da sua contabilidade. E o melhor, acompanhar de perto os processos que são tão importantes para o seu negócio.

6 – Informações para tomada de decisão

Você terá documentos e informações disponíveis 24 horas por dia no nosso sistema. Dessa forma, terá sempre os dados mais atualizados para tomar qualquer tipo de decisão, sem precisar esperar nada.

 

7 – Melhor custo/benefício

A estrutura online faz com que a contabilidade online tenha o melhor custo/benefício para qualquer empresário de pequeno e médio porte. Na Conta Ágil, nossos planos podem ser contratados a partir de um investimento R$ 89,90 por mês, de acordo com a sua demanda e necessidade.

Gostou de todas essas vantagens? Acha que economizar tempo pode ser um grande benefício na correria da sua rotina? Então conheça nossos serviços e experimente gratuitamente por 30 dias.

Quer saber sobre os custos e investimentos mensais? Clique aqui e faça agora mesmo uma simulação de quanto você economizaria tendo o Conta Ágil como seu serviço de contabilidade.

 

 

Entenda o impacto do eSocial para as empresas para micro e pequenas empresas

Sua empresa, certamente, já está às voltas com os impactos trazidos pela implementação relativamente recente do eSocial, não é mesmo?

O Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) foi criado com o objetivo de reunir todos os dados dos trabalhadores em um só lugar.

Ele permite também que as empresas prestem as informações de uma só vez. Essas informações referem-se às obrigações trabalhistas, fiscais e previdenciárias, como pagamento de INSS, FGTS, auxílio-doença, entre outros.

Neste post, você saberá mais sobre alguns dos maiores impactos causados pelo eSocial nas micro e pequenas empresas. Aproveite!

Impactos causados pelo eSocial nas micro e pequenas empresas

Os itens a seguir são aqueles que poderão sofrer os maiores efeitos do eSocial nas micro e pequenas empresas.

Folhas de pagamento

Antes do eSocial, algumas informações sobre os empregados podiam ser enviadas ao governo com um prazo um pouco maior. Com o eSocial, as informações precisam ser lançadas nos registros oficiais com maior celeridade.

Isso acontece devido à possibilidade de serem registradas informações pontuais. No caso de uma admissão, por exemplo, as informações podem ser enviadas com antecedência. Antes, era possível remetê-las com um prazo de até 30 ou 40 dias.

Assim, o eSocial exige mais critério e cuidado no envio das informações referentes à folha de pagamento. Isso vale para questões referentes a admissões, demissões, férias, 13º salário, vale-transporte, auxílio-alimentação, entre outros benefícios.

Contratos de experiência

O contrato de experiência é aquele que tem duração determinada, de no máximo 90 dias. Ele pode ser prorrogado por uma única vez, também por até 90 dias. As empresas são obrigadas a enviar os contratos de experiência para o eSocial.

Entretanto, caso a empresa não comunique na plataforma a rescisão do contrato, ele será automaticamente transformado em contrato por prazo indeterminado.

Isso acontecerá ao final do período determinado inicialmente, ou após os 90 dias, e independe das anotações na Carteira de Trabalho.

Acidentes de trabalho

A Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) era feita pelo empregador à Previdência Social por meio do CAT online, disponível no site do INSS. Com o eSocial, a comunicação também passa a ser feita pela plataforma.

Os prazos continuam os mesmos, visto que não houve mudanças na legislação. O que os micro e pequenos empresários precisam ficar atentos é com a maneira pela qual a comunicação passa a ser feita.

Assim, com tantos impactos trazidos pelo eSocial às empresas, especialmente micro e pequenas, é muito importante que se tenha atenção redobrada na execução dos processos.

A maior facilidade de fiscalização traz consigo a necessidade de que as empresas estejam mais preparadas. Para isso, é essencial contar com uma assistência contábil.

Ela poderá ser útil no processo de transição ao sistema eSocial. Uma gestão contábil bem-feita evitará que sua empresa cometa erros no envio de informações. Além disso, ajudará sua equipe a adaptar-se à nova realidade.

Se você gostou deste texto, compartilhe-o agora mesmo em suas redes sociais e ajude a levar um conteúdo de qualidade a outras pessoas! Vamos lá?

Contabilidade online em Florianópolis: entenda mais sobre isso!

Contar com uma assistência contábil de qualidade é primordial para o sucesso de qualquer empresa. O ideal é que os serviços prestados sejam confiáveis, ágeis e tenham um bom custo-benefício, não é mesmo?

contabilidade online é a solução mais adequada para quem procura essas características em uma prestação de serviços contábeis.

Neste post, você conhecerá um pouco mais sobre o tema e como a contabilidade online em Florianópolis contribui para o sucesso das empresas na cidade. Acompanhe!

Contabilidade online: do que se trata

A contabilidade online oferece os mesmos serviços que os escritórios tradicionais. Entretanto, enquanto os últimos fazem um atendimento exclusivamente presencial, os primeiros podem prestar um atendimento de qualidade a distância.

Por meio de uma plataforma, os profissionais contratados prestam todos os serviços requeridos. Os clientes enviam, por intermédio dela, as informações indispensáveis e recebem extratos e relatórios necessários para o bom andamento contábil do negócio.

Vantagens da contabilidade online

A adoção da contabilidade online traz inúmeros benefícios para a sua empresa. Ela é um serviço, sobretudo, muito prático. Como não são necessárias reuniões presenciais, a desburocratização da empresa é realizada de maneira muito dinâmica.

Notas fiscais são emitidas de maneira online e é possível acompanhar o calendário de pagamento de impostos de forma muito simples e prática. Além disso, a abertura de empresas também pode ser realizada de forma menos burocrática, e o cliente faz tudo praticamente sem sair de casa.

O atendimento personalizado é outra grande vantagem da contabilidade online. Cada perfil de cliente é levado em consideração e é feito um acompanhamento que respeita as particularidades e os objetivos de cada empresa.

Contribuição da tecnologia para os serviços contábeis em Florianópolis

Florianópolis é conhecida como o Vale do Silício brasileiro, abrigando 20% das startups de todo o país. Nos últimos anos, a cidade vem, cada vez mais, destacando-se no cenário de negócios.

Relatórios apontam que essa tendência só tende a aumentar e a cidade terá, cada vez mais, um papel de extrema importância para a tecnologia do Brasil.

Conforme levantamento da Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc), em 2018, surgiram 110.601 novas empresas em Santa Catarina. Segundo a Jucesc, 13 cidades lideram o ranking com o maior número de empresas ativas em 2019.

Florianópolis lidera esse ranking, com 77.633 empresas ativas. Para acompanhar esse movimento, os serviços de apoio aos negócios principais, como os de contabilidade, precisam também manter-se atualizados. Dessa forma, a contabilidade online em Florianópolis a cada dia mais se torna uma realidade.

Se a sua empresa lida com tecnologia, não faz mais sentido manter os moldes tradicionais dos serviços de contabilidade. Se a tecnologia ainda não é o seu foco, começar a implementá-la por meio da contabilidade online fará com que seu negócio não seja ultrapassado pela concorrência.

Em ambos os cenários, você poderá usufruir de agilidade, eficiência, segurança, melhor custo-benefício, amplo suporte de profissionais capacitados e todas as outras vantagens da contabilidade online.

Assim, vale a pena conhecer mais sobre a contabilidade online em Florianópolis para poder executar o serviço em sua empresa. As inúmeras vantagens que essa opção apresenta contribuirão para o crescimento sólido de seu negócio.

Você gostou deste texto? Então, assine nossa newsletter para saber mais sobre esse e outros temas relacionados à contabilidade e ao mundo dos negócios. Vamos lá?

Veja 4 motivos ideais para fazer a gestão eletrônica de documentos na empresa

Você manipula diariamente pilhas de documentos em sua empresa e, muitas vezes, não sabe como lidar com elas? Então, pare de se preocupar agora mesmo! Neste post, você conhecerá mais sobre a gestão eletrônica de documentos e descobrirá 4 motivos para implementar esse procedimento em sua empresa. 

A gestão eletrônica de documentos é o conjunto de processos que garantem uma administração eficiente e apropriada da papelada de uma organização. Ela cuida do controle e arquivamento dos documentos, de acordo com padrões definidos pelos gestores, bem como do manuseio e da conservação apropriados. 

A gestão eletrônica de documentos auxilia na organização e no controle dos documentos da companhia, a fim de que sejam facilmente encontrados e preservados por mais tempo.

Conheça, agora mesmo, 4 motivos pelos quais você não pode deixar de fazer a gestão eletrônica de documentos em seu negócio. Vamos lá?!

1. Redução de custos

A gestão eletrônica de documentos leva a um aumento da informatização da empresa. Ganha-se espaço com a eliminação de pilhas de papéis, o que diminui gastos com a locação de espaços, por exemplo. 

Além disso, são reduzidos os custos com reproduções físicas também, uma vez que todos os documentos importantes passam a ser digitalizados.

2. Aumento da segurança

A gestão eletrônica de documentos faz com que toda a papelada da empresa seja organizada, garantindo que as informações sejam encontradas mais facilmente. Isso ajuda na redução do risco de perda de dados, aumentando a segurança das informações na empresa. 

Além disso, a gestão de documentos também se preocupa com a criação de cópias de segurança nos processos de digitalização. Assim, há a garantia de que as informações serão preservadas, mesmo quando houver imprevistos. 

3. Otimização dos processos

A gestão eletrônica de documentos possibilita que os funcionários acessem um documento remotamente, por meio de sistemas informatizados. Dessa forma, eles não precisam perder tempo deslocando-se e procurando um determinado documento. 

O tempo que é economizado faz com que os processos tornem-se mais ágeis, eficientes e dinâmicos. Com uma boa gestão eletrônica de documentos, você verá o desperdício de tempo diminuir em sua empresa, enquanto os processos serão continuamente melhorados.

4. Aumento da produtividade

Como a gestão eletrônica de documentos possibilita uma otimização dos processos da empresa, você perceberá que os funcionários serão mais produtivos. Isso porque eles gastarão menos tempo para desempenhar as mesmas atividades de antes. 

Além disso, eles trabalharão mais motivados por não precisarem utilizar o tempo para atividades desgastantes, como a busca por documentos físicos desorganizados. A motivação extra também levará a um aumento da produtividade na empresa. 

Assim, uma boa gestão eletrônica de documentos, certamente, contribuirá para o sucesso da sua empresa. Para que ela aconteça de maneira adequada, lembre-se, então, de separar os documentos de acordo com o uso, digitalizá-los e criar cópias de segurança, além de seguir uma tabela de temporalidade ao arquivá-los. 

Você gostou de conhecer os motivos pelos quais deve se preocupar em fazer uma gestão eletrônica de documentos em sua empresa? Então, certamente, você se interessará também em descobrir as vantagens de armazenar documentos online para PME. Boa leitura!

Não perca 7 dicas para escolher escritório de contabilidade online

Você gostaria de contar com um escritório de contabilidade online como solução para os problemas contábeis da sua empresa? Tem dúvidas de como ele funciona? Então, pare de se preocupar agora mesmo! Neste post, você descobrirá 7 dicas para escolher esse tipo de serviço. As orientações vão ajudá-lo a encontrar qualidade, praticidade e agilidade na gestão financeira do seu empreendimento.

Os escritórios de contabilidade online oferecem assistência contábil mediante o uso de ferramentas digitais. Assim, você não precisa ir até um local físico para ser atendido, pois toda a prestação de serviços acontece por meio de uma plataforma online. Confira agora 7 fatores para observar ao escolher esse tipo de serviço!

1. Veja como entrar em contato com a empresa

Ao escolher um escritório de contabilidade online, verifique como é realizado o atendimento ao cliente. Como toda a assistência é feita remotamente, é importante saber quais meios de comunicação serão utilizados e como será feito o contato com a empresa.

Procure saber, também, qual é o prazo para que a empresa dê um retorno às demandas apresentadas. Isso é fundamental para que você não precise esperar muito tempo para resolver suas dúvidas e problemas.

2. Pesquise as recomendações dos clientes

A melhor maneira de saber se você pode confiar em uma empresa é por meio dos depoimentos de outros clientes. Portanto, busque sempre relatos de quem já conhece os serviços prestados. Isso pode ser feito principalmente pela internet — pelas redes sociais ou pelos comentários disponíveis em serviços de busca, como o Google.

3. Verifique a situação cadastral da empresa

A situação cadastral de uma empresa diz respeito ao status do seu CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) na Receita Federal. Essa consulta permite que você verifique se a empresa está ativa ou se apresenta problemas.

Se estiver ativa, significa que ela é idônea e pode atuar legalmente. Caso contrário, ela pode apresentar indício de fraudes, não cumprir as obrigações tributárias ou apresentar inconsistência em seus dados, entre outras complicações.

4. Conheça a competência técnica dos profissionais

A competência técnica é essencial para que os serviços contábeis da empresa sejam bem executados. Por isso, confira se o escritório que você deseja contratar possui contadores especializados. Isso lhe trará confiança de que o processo contábil de sua companhia está em boas mãos. Assim, você cumprirá todas as obrigações legais e manterá as finanças em dia de maneira segura.

5. Avalie o custo-benefício

Fique atento ao custo-benefício oferecido pela empresa que você pretende contratar. Os escritórios de contabilidade online podem apresentar serviços mais baratos do que os tradicionais, mas isso não significa que a qualidade seja menor. Por isso, desconfie de valores muito abaixo dos de mercado. Analise os serviços ofertados e verifique se o preço cobrado é justo.

6. Analise os serviços ofertados

O ideal é que todo o processo contábil de sua empresa seja feito pelo mesmo escritório. Portanto, pesquise se os serviços fornecidos atendem a todas as suas necessidades. Dê preferência para quem oferece planos voltados para a sua condição e desconfie de soluções muito genéricas. Pequenas empresas, por exemplo, têm demandas específicas e bem diferentes daquelas de grande porte. 

7. Pergunte sobre a tecnologia utilizada

Como o atendimento e os serviços serão prestados exclusivamente online, é importante avaliar se o escritório possui ferramentas digitais avançadas. Elas serão essenciais para que o trabalho seja realizado de forma moderna, prática e que facilite a sua rotina. Afinal, contar com um escritório de contabilidade online é uma excelente alternativa para a sua empresa.

Já que você já sabe como escolher um bom escritório de contabilidade online, que tal conhecer mais sobre sobra a ContaÁgil? A empresa é a primeira plataforma de serviços online do Brasil que utiliza a inteligência artificial para criar soluções ideais para seus clientes. Isso significa que, além de prestar serviços de contabilidade online, ela reúne informações obtidas por meio da plataforma e auxilia no crescimento do seu negócio. Tudo isso com praticidade, agilidade, competência e preço justo.

Gostou das nossas dicas? Então, conheça também nosso texto sobre como a contabilidade online pode auxiliá-lo a evitar erros contábeis. Boa leitura!

Você sabe o que é um balancete contábil?

Não é de hoje que as empresas estão tomando consciência da importância da contabilidade, essa ciência social traz em suas demonstrações a base para a tomada de decisão. No entanto, para que isso seja o suporte que o empreendedor precisa, é primordial que ele conheça esses documentos. Mas afinal, você sabe o que é balancete?

Esse demonstrativo faz parte de uma série de relatórios emitidos pela contabilidade como forma de apresentar os resultados empresariais. Contudo, ele não integra o conjunto de demonstrativos obrigatórios, o que não diminui sua relevância no processo de gestão.

Pensando nisso, apresentamos, ao longo deste artigo, as principais informações sobre o que é balancete, abordando a utilidade e a importância desse relatório para o seu negócio. Confira e tenha boa leitura!

Em que consiste um balancete contábil?

O balancete contábil é um demonstrativo capaz de reunir, em um só documento, os movimentos e saldos de todas as contas de sua organização, incluindo saldos devedores e credores. É essencial lembrarmos que os dados apresentados no balancete respeitam o método das partidas dobradas, isto é, para cada lançamento a crédito, existe um lançamento do mesmo valor a débito.

Sendo assim, o balancete reúne (com os seus respectivos saldos) tanto as contas de resultado quanto as patrimoniais. A representação do saldo é feita segundo sua natureza credora ou devedora, em vez de levar em consideração apenas o grupo a que cada conta pertence.

Como funciona o balancete?

Enquanto demonstrativo auxiliar, voltado a relacionar os saldos de contas remanescentes, o balancete contábil é essencial para verificar, por exemplo, se o método veneziano (ou de partidas dobradas) tem sido corretamente observado pela escrituração de sua empresa.

Nesse sentido, a função do balancete consiste em verificar a igualdade entre a soma de saldos devedores e saldos credores.

Esse demonstrativo pode ser usado para finalidades gerenciais, com seus dados extraídos dos mais atualizados registros contábeis, dando suporte, por exemplo, ao acompanhamento de fluxo de caixa e do orçamento empresarial.

Não se esqueça de que o nível de detalhamento do balancete contábil deve se ajustar à sua finalidade. Logo, caso o demonstrativo se destine a usuários externos, ele deve ser assinado por um contador que seja devidamente habilitado pelo CRC (Conselho Regional de Contabilidade).

Em termos gerais, a periodicidade de disponibilização do balancete contábil é mensal, a fim de que ofereça um bom suporte para que os gestores visualizem a situação da empresa ante os saldos mensurados. Por esse mesmo motivo, é necessário que o documento tanto seja facilmente compreensível quanto apresente utilidade prática. Entretanto, nada impede que seu período de apuração seja outro, se adaptando à necessidade dos gestores.

Outro uso comum do balancete contábil consiste em auxiliar o planejamento fiscal e contribuir para a análise dos tributos gerados.

Qual é a importância do balancete contábil?

Todo e qualquer negócio gera um certo volume de entradas e saídas financeiras, fiscais ou patrimoniais. Por esse motivo, é possível afirmar que o balancete contábil demonstra a saúde de uma organização (do ponto de vista financeiro).

Isso se dá porque esse documento relaciona o conjunto de movimentações diariamente registradas, elencando todos os créditos e débitos, de forma individual e cronológica.

É altamente recomendável acompanhar, periodicamente, o balancete da sua empresa, uma vez que, ao tomar essa iniciativa, você será capaz de monitorar o seu negócio com mais precisão, qualificando e obtendo mais eficiência em seu processo de tomada de decisões.

Qual a diferença entre balancete e balanço patrimonial?

Entre as principais diferenças do balancete e do balanço patrimonial, podemos destacar a sua obrigatoriedade. O balancete não tem obrigatoriedade alguma, servindo exclusivamente para análises internas, ou mesmo para usuários externos, ele não tem cunho oficial, pois em suas informações constam dados voláteis, que podem ser alterados conforme o período do demonstrativo.

Por outro lado, o balanço patrimonial é um documento obrigatório que relata as mutações ocorridas no patrimônio dos empreendimentos. De modo geral, ele é gerado no encerramento do exercício, quer dizer, nele estarão demonstradas as contas dos ativos e passivos, além das contas patrimoniais com os valores correspondentes à data de 31 de dezembro.

Contudo, em alguns casos, o balanço é efetuado de forma trimestral ou semestral, conforme regras específicas. Nas empresas de Lucro Real, é por meio do balanço que são apurados o IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica) e a CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido).

Outra diferença que podemos destacar é quanto às contas contábeis utilizadas. O balancete emprega todas as contas, inclusive as de resultados, de forma simplificada. Isso quer dizer que são contas transitórias usadas durante o exercício e encerradas de forma que ficam zeradas no final do período. Já o balanço apresenta as contas de ativo e passivo, além das contas de patrimônio líquido, complementado pelo DRE (Demonstrativo de Resultados do Exercício).

A estrutura do balancete lembra muito o balanço, no entanto ele não tem uma obrigatoriedade quanto à sua escrituração. Em contrapartida, o balanço segue regras regidas pelo Conselho Federal de Contabilidade para a sua escrituração, devendo seguir as normas listadas na NBC (Normas Brasileiras de Contabilidade).

Quais as contas estão presentes no balancete?

De certa forma, para os empresários é imprescindível que as informações mais relevantes sejam compactadas de forma que eles consigam verificar todas as movimentações rapidamente.

Nesse sentido, compreendendo o que é balancete e o que ele demonstra, esse relatório passa a ser uma importante ferramenta de gestão, pois a partir dele é possível analisar as contas e indicadores que serão a base para a formulação de ações estratégicas.

Ao analisar o balancete, o empresário precisa entender o que cada conta significa na sua empresa. Nele estarão elencadas as contas do ativos, que representam os bens e direitos da empresa, entre elas podemos listar o caixa ou equivalente de caixa que representam os valores que a empresa possui e pode desembolsar a qualquer momento. Ainda no ativo, existem as contas do ativo não circulante que representam os imóveis e os investimentos a longo prazo.

Já nas contas do passivo, são apresentadas as movimentações de obrigações que o empreendimento tem com terceiros, por exemplo, impostos e fornecedores a pagar.

Ainda temos as contas do patrimônio líquido, que são compostas pelo capital social, assim como suas reservas. E, por fim, as contas de resultado, que como já mencionamos são as contas transitórias que representam as receitas e despesas do negócio e ao fim do exercício são zeradas, indicando o resultado do exercício (Lucro ou Prejuízo).

Em quais ocasiões o balancete pode ser utilizado?

Entre as diversas ocasiões em que o balancete pode ser utilizado, destacam-se os momentos em que é imprescindível analisar as contas da empresa, por exemplo, durante a reconciliação contábil.

Outra ocasião bastante oportuna para usar o balancete contábil surge quando é preciso verificar a situação patrimonial em relação aos saldos, a fim de compará-los, por exemplo, com o orçamento aprovado para conhecer a evolução das margens de lucro, dos custos ou das despesas recorrentes.

Se você encontra alguma dificuldade na elaboração do balancete contábil da sua empresa, não se preocupe: há excelentes serviços online que podem ajudá-lo a não errar. Acompanhar o balancete de forma periódica é essencial para identificar possíveis erros e corrigi-los de modo imediato.

Agora que você sabe o que é balancete, assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail!