Contratação de funcionários: como fazer de forma segura?

Você já abriu sua empresa, seguiu todos os trâmites legais e está trabalhando corretamente, seguindo todas as necessidades jurídicas que um novo negócio requer. Perfeito! Mas conforme o andamento do seu empreendimento, pode ser que você precise iniciar a contratação de funcionários para conseguir trazer mais escalabilidade e lucro aos seu negócio, certo?

O mesmo cuidado que você teve na hora de começar sua empresa, procurando auxílio jurídico para elaborar seu contrato social e seguindo os passos necessários para que o processo de abertura de uma empresa fosse adequado, você precisa ter na hora da contratação de funcionários. Essas orientações são muito importantes para que você não tenha resultados no futuro.

Antes de começar a contratação, lembre-se de planejar financeiramente como serão os gastos com os funcionários. É importante ter em mente que, em média, um funcionário custa ao empregador até três vezes o valor do seu salário durante o ano, incluindo aí gastos com FGTS, INSS, férias remuneradas, 13º salário, vale transporte, hora extra e adicional noturno, por exemplo.

Quando você já tiver o candidato escolhido, está na hora de passar para a parte burocrática da contratação. Você deve decidir se vai começar com um contrato de experiência (45 dias prorrogáveis por mais 45) ou já vai fazer um contrato de trabalho.

Internamente, o procedimento deve ser da seguinte forma:

  • Faça o registro do vínculo na Carteira de Trabalho do contratado, anotando as seguintes informações: dados do empregador, cargo, admissão, remuneração e condições especiais (se houver).
  • Preencha o Livro Registro de Empregado (exigência legal da CLT) .
  • Devolva a CTPS ao funcionário em 48 horas, com protocolo de entrega.
  • Elabore um contrato individual de trabalho.
  • Assine a CTPS e o contrato de trabalho.
  • Elabore um acordo de prorrogação e compensação de horas.
  • Preencha o termo de opção do Vale Transporte

Existem alguns documentos e exigências que o contratante não pode fazer ao funcionário. São elas:

  • Certidão negativa do SERASA, SPC, cartórios de protestos ou outros assemelhados.
  • Exame de HIV.
  • Testes, exames, laudos ou qualquer outro tipo de procedimento que evidencie esterilização ou gravidez.
  • Certidão negativa de processo trabalhista ajuizado.
  • Informações sobre antecedentes criminais, salvo se a atividade laboral não guardar relação com algum crime.

Se você precisar de auxílio com todo esse processo de contratação e também para a organização e manutenção da folha de pagamento dos seus funcionários e a retirada do seu pro labore, entre em contato com a Conta Ágil. Temos serviços que se adaptam a sua necessidade, e se encaixam na sua demanda financeira.