Como separar suas contas pessoais e empresariais

14/10/2020
como-separar-suas-contas-pessoais-e-empresariais-contabilidade-online

Saber separar as contas pessoais e empresariais é um fator muito importante.

Errar neste ponto é mais normal do que você pode imaginar. Uma pequena empresa é aberta, o faturamento começa a crescer e na primeira oportunidade, o dinheiro das contas pessoais saem do bolso de quem empreende e vai pra cobrir um mês da planilha empresarial. Logo adiante, numa alta de movimento, saem valores da empresa para cobrir o cartão de crédito ou pra pagar o condomínio. Muita calma nessa hora.

Um dos principais desafios dos negócios de pequeno porte é esta divisão – antes de praticar cálculos separados, muitos ignoram a importância dessa ação. Este rigor é fundamental para a vida da sua empresa, e das suas contas pessoais também. Ainda não se convenceu? Bem, devemos dar a dura notícia: misturar as contas pessoais com a de sua empresa pode lhe gerar problemas com a Receita Federal.

Gostou desse trecho? Então clique aqui e saiba 7 características de empreendedores de sucesso

1. Abra uma conta empresarial

Sabemos que é possível se organizar muito bem, criar cem planilhas e começar uma rigidez da noite para o dia, mas convenhamos: na nossa rotina atual, é melhor começar devagar e fazer o simples.

Por isso, separe definitivamente suas as contas pessoais e empresariais. Criar uma conta para sua empresa é um dos registros de compromisso com a saúde financeira dela. E agora, com as contas digitais empresariais, ter controle pela internet é fácil e com custo baixo. Basta vontade e um pouco de disciplina.

2. Passe o cadeado na conta da empresa

Você sabe como pagará as contas pessoais do próximo mês? Está em tranquilo pois, qualquer coisa, você tira dinheiro da empresa para não deixar atrasar o boleto? Errado.

Lealdade a seu caixa é mais importante que constantes insights de marketing ou planos de futuro com a empresa. Seu negócio vive do dinheiro que tem hoje, é um planejamento diário. Você deve saber como irá pagar as contas do mês que vem, até que data e de como este custo será coberto. Confie, não dará errado. E, por consequência, você utilizará estes métodos com as contas pessoais também.

Você sabe o que é um balancete contábil? Clique aqui e saiba mais

3. Eduque quem anda com você

Sua empresa nunca será apenas você. Sócios e familiares necessitam comprar sua ideia para que este plano dê certo. Estabeleça critérios de gasto com teto e seja a ponta da lança deste controle. Conhecemos várias histórias de cartão empresarial estourando por aí. Já pensou se sua empresa é mais uma da lista?  Sua empresa não pode ser fundo de reservas, ela é fonte de ganhos.

4. Tenha uma contabilidade empresarial

Quem possui empresa de micro e pequeno porte, precisa se virar nos trinta. Se você chegou até aqui e enquanto lê, pensa: “nossa, jamais terei esta cabeça para números”, saiba que existem profissionais de contabilidade que são preparados para te ajudar nisso tudo.

A contabilidade te ajuda a organizar suas informações financeiras e lhe cobra o que for necessário para manter a saúde da sua empresa, pode ter certeza. Todas as notas de entrada e saída, impostos, registros, tudo passa pelo escritório. Fora a burocracia, que também entra nesta conta.

abrir-uma-empresa-contaagil-contabilidade-online
Gostou deste trecho? Então conheça a opção de contabilidade digital da ContaÁgil, feita especialmente para micro e pequenas empresas.

Quem viu esse post também curtiu estes

2 dicas essenciais para o sucesso dos negócios

Na semana passada compartilhei com você 2 dicas fundamentais para quem quer empreender, que você […]

Continue Lendo